BLUES TO THE LORD - CHURCH
...............................................
Voltando para casa ...
História da Criação do Site e do Nome "BLUES TO THE LORD - CHURCH"Home[x]

Tamanho da letra:  Diminuir [-]  Aumentar [+]            Imprimir somente o texto   

"BLUES TO THE LORD - CHURCH"

O Site ...

Olá, desejo a paz ao seu coração, em Cristo, o Amado. Ao lerem o título deste Site – Blues to THE LORD – e juntamente a expressão CHURCH (Igreja) pode surgir a questão sobre a origem e os propósitos para os quais foi criado. Aparentemente mais um site. Mas este Site, tem uma história. Quer conhecer?

Quando começamos nos submeter somente à vontade de Deus, aprendemos estar sensíveis aos passos. Cada detalhe inserido nos passos têm propósito. A expressão Blues foi originada conforme explicação apresentada na página: Blues to THE LORD – o significado Blues, desde a parte histórica e a extensão que veio para mim como revelação de Deus.

Blues ... lamentos, tristezas ... mas, que traz também no coração, uma explosão de fé, regozijo e desejo do Deus verdadeiro. Um lamento que entende a verdade mas que sabe da glória que há de vir. O dia da plena libertação e liberdade dos filhos de Deus. O Deus Altíssimo vai formando um cenário universal através das revelações e discernimentos concedidos. Algumas vezes Ele disse pelos seus profetas que para mim havia uma caminhada conforme o profeta Jeremias...o tempo foi confirmando a Palavra. Levei um tempo para identificar isso no meu dia-a-dia. Estava aprendendo.

Cada qual tem o seu chamado, Deus tem uma obra para realizar neste mundo, convergindo tudo para um único propósito: Salvação das ovelhas perdidas.

Todo o Site é uma só Palavra. Voltar à Graça que está sendo perdida. Para compreender precisa ler, meditar, orar, jejuar...antes de resistir...porque chegou o momento. Há coisas muito sérias acontecendo. Deus sabe, e prepara algo para que Israel volte ao seu Deus.

Em meados de julho/agosto de 2004 Deus disse que eu deveria desenvolver um Site. No assunto Sacerdócio Levítico faço a narrativa da história referente à última igreja onde congreguei e o que Deus queria ali. Encerrando ali, veio a Palavra para criar este Site. Eu nada sabia sobre Web Design, linguagem html, java script, enfim, nem imaginava por onde começaria a desenvolvê-lo mas, sendo obra Dele, o início é pela oração.

Orando e desenvolvendo, lapidando, todos os dias em uma empreitada incessante, horas...dias dentro do meu quarto, aprendendo/fazendo e, a família, mesmo que explique, em parte entende. O processo pelo qual passei ainda mantém no coração deles uma questão: vamos ver no que vai dar isso... (Sou solteiro e moro com os pais).

Fica difícil até conversar, mas Deus sabe, vou caminhando...conversando com Ele, que disse: “Quando virem a obra que irei realizar, os mais incrédulos dirão: “Só um Deus pode fazer isso.” Sei que para mim preparou “O meu dia” – Cântico Livre número 049. Dentro da visão natural pareço um esquecido de Deus...um que Deus desamparou...isso para eles e até para alguns irmãos.

Todos os estudos bíblicos, revelações, experiências, escritos em geral e cânticos que havia recebido do Senhor há anos, agora seriam manifestados através do Site, o tempo determinado havia chegado.

Até que, no dia 6 de setembro, uma segunda-feira de feriado prolongado, veio a Palavra ao entendimento que o Site deveria ser publicado no dia 7 de setembro, o Dia da Independência, Dia da Declaração da Liberdade. Não seria outra a data. Por isso esteja sempre guardado no coração: Em Deus, os passos são perfeitos, com propósitos firmes.

Sete de setembro de 2004, terça-feira, feriado prolongado, as circunstâncias não eram favoráveis.

Acordei nesse dia 6 de setembro, recebendo a Palavra da vontade de Deus: publicar o Site no dia seguinte.

O Site deveria nascer no dia 7 de setembro.

Eu não tinha dinheiro para contratar o serviço de hospedagem para o Site na manhã do dia seis. Já havia feito o registro do Domínio Blues to THE LORD no órgão competente mas, agora, precisava de um servidor para hospedar o Site. Fui orar.

Na oração pela manhã ouvi a voz Dele dizer para ir ao Banco do Brasil na Rua Voluntários da Pátria, bairro de Santana, aqui em São paulo, capital e que lá iria ter o dinheiro para contratar o serviço de hospedagem do Site, e que esse valor era referente ao benefício PASEP.

Aguardei o horário bancário e fui para a Agência do Banco do Brasil, fui caminhando aproximadamente 6 Km, entendi que não deveria pedir dinheiro para a condução (teria se pedisse), deveria caminhar...conversando com Deus. Fui muito bom.

Cheguei na Agência e dirigi-me ao jovem para proceder à consulta e, a resposta foi positiva, havia um valor para ser sacado...(dei glórias a Deus no coração)...e era a quantia que precisava para contratar o plano de hospedagem, sobrando alguns reais. Fui para a fila dos caixas e esperando orientações dos próximos passos para esse dia seis.

Voltando do Banco, em casa, executei os procedimentos através da internet para contratação do plano e, teria de pagar o valor, sendo que dirigi-me ao Banco próximo de casa e, o segurança estava para encerrar a entrada de pessoas no local por causa do horário de fechamento...quando entrei, e paguei. Aleluia!

Agora tinha de formalizar os demais atos. Já era noite. E orando...e orando. Surgiam sinais de aparente impedimento que não seria possível conseguir publicar no dia 7 de setembro, mas bastava aguardar um pouco e vinha outro sinal de que a porta estava aberta...continuava entrando...ouvindo a voz...”vai dar tudo certo, vai nascer.”

As configurações necessárias foram feitas...faltava enviar os arquivos para hospedagem no servidor – host. A conduta dos responsáveis do servidor onde está hospedado o site foi de prontidão para que qualquer embaraço fosse desfeito. A mão Dele movendo as circunstâncias.

Então, de 6 para 7 de setembro, durante a madrugada...transferindo arquivos para o servidor. O Site Blues to THE LORD começava nascer. Nasceu!!! Blues to THE LORD nasceu.

Desse dia para cá, lapidações. Procurando estudar sobre Web Design, visando aperfeiçoar para, futuramente, reestruturar todo o Site, inserindo novos recursos mas, o conteúdo principal já está ali, Palavra e Cânticos. Agora, andar nessa progressão.

No início, cheguei a incluir alguns anúncios sobre Serviços, Negócios e Oportunidades, pensando em ajudar algumas pessoas sem cobrar nada, o simples e sincero desejo de ajudar como pudesse alguém da família e irmãos na fé, vendo através do Site um meio para tal, abrindo uma seção específica e páginas para os assuntos, deu trabalho, horas e horas para criar.

Entretanto, para entender o que é santo e puro, veja só.

Estava eu em jejum, pedindo a vontade Dele sobre todas as coisas e em oração, no encerramento da consagração Ele falou para remover toda aquela seção comercial e, que o Site, é santo ao Senhor, puro, consagrado, como Sua Igreja é. Aleluia! Rapidinho e sem qualquer resistência, removi tudo. Desse detalhe tiramos lições diante de muitas coisas ao nosso redor...

Igreja de Jesus Cristo não é local para qualquer tipo de negócio ou comércio.

Este Site nasceu primeiro no coração de Deus, depois no meu, são os sonhos de Deus, até li um dia em algum lugar: Deus quer, o homem sonha e a obra nasce. Nasceu!!! Sim, nasce primeiro no coração de Deus. Depois vem para o meu, o seu. Ele é perfeito e plenamente soberano. Um universo é movimentado.

Há lutas...mas seja Deus exaltado e glorioso é o Seu Nome! Aleluia! Então, tempos atrás Ele começou a abrir ao meu entendimento que, do Site, uma Igreja iria nascer. Isso foge aos padrões e regras. Como!? CHURCH ... SITE ... !?

Deus continua o mesmo. Quem questiona quando o Senhor ordena os seus propósitos? Quem questiona ou impede quando uma Palavra vem do seu Trono de Glória? Ele falou. Vai cumprir. Como!? Ele sabe o caminho.

Assim, foi acrescentada a expressão CHURCH, " Blues to THE LORD CHURCH. "

Você pode perguntar e eu também perguntei: Senhor, estou no Brasil, nasci neste país e o título é em inglês...e Ele disse que deveria ser assim...lá na frente entenderemos, e eu creio. Amém!

Deste Site - " Blues to THE LORD CHURCH " - o início de uma IGREJA.

Momentos atrás fui orar e veio uma Palavra que está no livro do profeta Isaías, capítulo 66. Todo o capítulo para meditar mas fui fixado ao versículo 8 que diz:

" Quem jamais ouviu tal coisa? Quem viu coisas semelhantes? Poder-se-ia fazer nascer uma terra num só dia? Nasceria uma nação de uma só vez? Mas Sião esteve de parto e já deu à luz seus filhos. "

Louvado seja o que tem todo o poder, honra, domínio e glória. Soberano o Senhor, terrível em feitos e força. À Ele o louvor a adoração e ações de graças. Amém!

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

O Nome Blues to ...

Certa ocasião, por volta das 05:00 hs da manhã, acordei com uma voz falando no meu pensamento... Bluesman...Bluesman...The Bluesman.

Levantei e, sem entender, fui ao computador para acessar a famosa www e, encontrei ali um site que tinha o assunto Blues. Fui vendo e ouvindo sobre o assunto Blues e o que aquilo tinha a ver comigo... se Deus queria falar comigo através daquele sinal.

Nas pesquisas sobre o Blues encontrei o que segue: " O Blues no início representava a expressão cultural através da música de uma minoria. Sua origem está essencialmente ligada a população negra americana.

A definição e o mais importante sobre o Blues é seu significado além da música, que é uma referência a um estado de espírito. Mas a expressão "O Blues" (The Blues) não se popularizou antes do término da Guerra Civil Americana, quando sua essência passou a ser vista como um meio de descrever o estado de espírito da população afro-americana. Costumava-se dizer que os negros cantavam este tipo de música para tentar se verem livres da tristeza (blues).

Como o Blues foi criado basicamente por músicos sem conhecimento formal de música, que não sabiam ler partituras e baseavam-se na improvisação verbal e instrumental (grifo meu), característica fundamental do Blues, que não teve extensão para o jazz. Objetivando tornar a improvisação mais fácil, criaram-se alguns padrões entre os quais o mais familiar é o blues de 12 compassos, que cristalizou-se com a idéia dos três versos. Enquanto canta os dois primeiros, o cantor pode preparar-se para o terceiro que fecha a música.

A simplicidade das letras do Blues permitiam que os bluesmen pudessem expressar suas emoções enquanto improvisavam (grifo meu). Esta estrutura era composta por uma progressão harmônica fixa, bem conhecida por todos os bluesmen que eram capazes de tocá-la de maneira quase que automática.

Do Delta para Chicago. Nos primórdios, o Blues era uma forma de arte totalmente afro-americana. As mais importantes influências no desenvolvimento do blues foram os cantos de trabalho, praticados nos campos de algodão, bem como as marchas militares, que deram forma a métrica utilizada. Os cantos de trabalho (work songs) salientaram a importância do canto solo ou "hollers", que possuíam mais liberdade de estrutura, mas estilisticamente estão muito próximos do estilo do Blues. O estilo vocal que caracteriza o Blues é uma clara influência dos hollers...." (grifo meu)

Também: " Muito se tem escrito e falado sobre a origem do Blues que, evidentemente, permanecerá incerta para sempre. Não obstante é possível traçar algumas de suas mais significativas influências, quais sejam, os cantos de trabalho e os "hollers" (lamentos).

Os cantos de trabalhos eram tipicamente utilizados por negros trabalhando em grupos no sul dos Estados Unidos, particularmente no Mississipi e Louisiana. Um solista cantava frases curtas que eram então repetidas pelo conjunto dos demais trabalhadores. Estas frases eram emitidas de forma mais ou menos lenta e ritmada, na verdade no ritmo em que se desenvolvia o trabalho.

Você provavelmente já deve ter visto isso em algum filme (especialmente aqueles que apresentam um grupo de presos trabalhando na beira de alguma estrada do Mississipi).

Os "hollers", por outro lado, eram produzidos por indivíduos normalmente sozinhos e, por isto, os cantos eram bem mais altos. As atuais canções que se ouve nas igrejas negras protestantes do Estados Unidos "spirituals" são claramente inspiradas neste estilo..." (grifo meu).

Ainda: A religião. Mas é claro que uma sociedade tão profundamente cristã como a dos plantadores escravagistas do Sul não podia confessar francamente essa utilização do homem negro unicamente como animal de carga. Depois de durante muito tempo considerarem-se os negros como meio-macacos, resolveu-se evangelizá-los em massa, levando-lhes assim a felicidade de crer em Jesus. Bem depressa, e provavelmente desde o início do século XIX, o canto religioso tornou-se um dos meios de expressão privilegiados (porque, é claro, autorizado) do gênio africano.

Com uma considerável capacidade de adaptação, os escravos negros transformaram os hinos batistas e metodistas em cantos que misturavam as origens africana e européia e que se espalharam no mundo inteiro sob o nome de negro-spirituals.

Os negros deram também um sentido muito particular aos temas inspirados na Bíblia, e na maioria no Antigo Testamento. Desde 1859, o reverendo David Mac Rae, de origem britânica, visitando o "Sul profundo", nota:

" Há nos cantos religiosos dos escravos negros uma mistura de profunda tristeza e de alegria fervorosa pelo Paraíso, que sugere estarem apressados por reencontrar Jesus, para serem enfim livres". (grifo meu)

Mas, se esse desejo de morte está efetivamente presente com freqüência, não se pode negar que " atravessar o Jordão " significava também tornar-se livre. Em todo caso, o relato dos sofrimentos e penas do povo judeu no Antigo Testamento tiveram uma ressonância muito profunda entre os escravos, que identificaram-se visivelmente com os hebreus fugindo do cativeiro no Egito para a Terra Prometida. Seria preciso ser singularmente surdo para não discernir em um dos negro-spirituals mais célebres, um apelo à emancipação: Go down Moses, way down in Egypt-s land / Tell old Pharahoh, let my people go.

" Desça, Moisés, desça às terras do Egito / Diga ao velho faraó que deixe meu povo ir-se."

Blues to THE LORD ... nasceu no coração de Deus, na vontade de Deus e agora, no meu.

Essa expressão e seu significado que, mais tarde, Deus diz para desenvolver um Site e publicá-lo. Depois de publicá-lo, passando por algumas lapidações, Ele diz que, do Site, uma Igreja será levantada e, então, a expressão que agora é: Blues to THE LORD - CHURCH. Há um povo clamando, gemendo, lamentando, suplicando, intercedendo, jejuando, em agonia silenciosa sobre a face da Terra, por causa da escravidão do povo, fora e dentro da Casa de Deus. Deus está preparando um momento determinado da Igreja para remover o jugo dos espíritos enganadores que, se possível, enganariam aos próprios escolhidos.

Infelizmente existe adoração, louvor etc com aparência de graça, aparência de liberdade, debaixo de um domínio espiritual de escravidão e jugo.

Uma "falsa graça" no ar, uma falsa liberdade, uma liberdade pesada, não porque estamos no mundo, não, mas pelas prisões espirituais geradas por ensinamentos que acrescentam ao santo, um fardo que Deus não mandou, usando-se o Livro universal, a Bíblia. Com toda a aparência de graça. Um amor pesado, dominador, que denuncia a religiosidade e faz pior que os religiosos, mudando apenas a forma de fazer: "mais elaborada, mais aperfeiçoada". Evangelho da graça com o jugo da lei e dos homens. Se isso é possível? Você não imagina a sutileza disso!!!

Assim, aqueles escravos apresentavam seus cantos de trabalho, seus lamentos, ... Aqueles ... Eu ...
Go down Moses, way down in Egypt-s land / Tell old Pharahoh, let my people go.

O pior inimigo não é o mal visível, identificável (assim era Faraó no passado), reconhecível e, sim, o que está, com aparência de anjo de luz, "parecendo ser o amigo", pregando e ensinando um evangelho da graça que não está na Bíblia, aprisionando o que Jesus Cristo libertou. O povo saiu do Egito (do mundo), mas foi laçado por doutrinas que iludem, enganando aos que foram chamados à liberdade pela graça em Cristo.

Depois de algum tempo fui entender. Tentava envolver-me ministerialmente em algumas igrejas por onde passei mas, o Espírito do Senhor se revolvia diante de ensinos bíblicos disfarçados de graça, que pesavam grave fardo sobre os santos, com toda astúcia de engano e dissimulação, destruindo sorrateiramente a plenitude da graça que está em Jesus Cristo. Escravos dentro da própria Casa.

A liberdade real só Jesus pode dar e, se Ele é sombreado por doutrinas estranhas, que corrompem a Graça, ainda não há liberdade, mesmo adorando, louvando etc.

Não porque "entendo assim", a Palavra diz e, não quero ficar debaixo do jugo "dissimulado de graça".

Nas estudos bíblicos, interpretando as Sombras das Coisas Futuras, neste site, os assuntos serão desenvolvidos progressivamente desde Gênesis, onde já começa a novidade, para compreender a seriedade disso, nestes Últimos Tempos. O desejo é a adoração de quem é nascido livre, exclusivamente, pelo poder do Espírito Santo de toda a Graça que está somente em Jesus Cristo, o Senhor. Amém!

Por isso, Blues to THE LORD, quebre as correntes, voe como águia.

Pela sua vida, este Site existe!

Leitura complementar:
· Jornada pela Liberdade - Igreja nas Casas.

BLUES TO THE LORD - CHURCH - Brasil - São Paulo - Site Evangélico - 2004 ...
www.blues.lord.nom.br