BLUES TO THE LORD - CHURCH
...............................................
Sombras das Coisas e Bens Futuros
Estudos Bíblicos Evangélicos - Mensagem de ApresentaçãoHome

Tamanho da letra:  Diminuir [-]  Aumentar [+]            Imprimir somente o texto   

As Sombras das Coisas e Bens Futuros

Hebreus 10:1, diz:
" Porque, tendo a lei a sombra dos bens futuros e não a imagem exata das coisas, nunca, pelos mesmos sacrifícios que continuamente se oferecem cada ano, pode aperfeiçoar os que a eles se chegam."

Olá. Paz seja no seu coração, em Cristo, o Amado.

De modo simples e objetivo, como é a simplicidade de Cristo e sua linguagem objetiva, clara e sem sombras de variação iniciarei a exposição da Palavra de Deus, que está escrita na Bíblia Sagrada.

Não é certo usar as expressões: na minha opinião; eu acho; eu entendo; do meu ponto de vista;o meu ministério diz; a doutrina da minha igreja; eu defendo a doutrina tal e o outro a outra tal…enfim, se você crê em Deus não é possível ser dono de uma verdade pessoal, porque a Palavra de Deus, não permite "novos inspiradores", a Palavra já tem seu mestre e Senhor.

Detalhe: O fervor do início da Igreja em Atos dos Apóstolos não era por causa da "emoção do começo" como muitos ensinam.

Ensinam assim porque já não acreditam mais como aqueles acreditaram e alguns ainda acreditam. Aqueles assim procederam e viveram porque na ocasião tiveram a Palavra ministrada limpa e sem mistura e, grande era a revelação que chegava aos seus corações e, por isso, a grande dedicação, desprendimento e amor para o trabalho do Senhor.

Tinham a Palavra simples e viva. Entendiam que este mundo é o reino das trevas e jaz no maligno e se havia algo em que gloriar, somente na Graça alcançada em Jesus Cristo.

Quando são apresentadas "interpretações pessoais" é o mesmo que dizer: A Palavra diz assim mas "eu" digo assim. Jesus diz assim, mas "eu" digo assim.

Hoje, há uma "onda" de que deve-se abrir debate e fórum para tudo referente às coisas de Deus, mas o que se nota são as opiniões, doutrinas, razões, achismos pessoais, no maior contexto dos assuntos e, quem menos fala é a Bíblia, a Palavra. O Mestre fica em um canto da sala sem poder participar e, às vezes, nem está na sala.

Ninguém pode acrescentar interpretação diversa ou própria. A PALAVRA JÁ ESTÁ ESCRITA. ELA É PLENA. A Palavra, por si mesma, FALA. Ninguém cria nada novo, muito menos em doutrina de fé que é conforme o Evangelho de Jesus Cristo.

Possível, sim, torcer a Palavra manifestando uma doutrina pessoal, enganosa e, nada mais enganoso senão usando a própria Palavra de modo dissimulado, alterado, corrompido subliminarmente, de tal modo que somente com discernimento espiritual possa ser captado, porque envolve espíritos enganadores. 1 Timóteo 4:1 Mas o Espírito expressamente diz que, nos últimos tempos, apostatarão alguns da fé, dando ouvidos a espíritos enganadores e a doutrinas de demônios.

É possível estar afastado da fé estando aparentemente "firme" na Igreja.

Basta acreditar em "outros poderes" - criados pelas doutrinas, destruindo a graça que está somente em Jesus Cristo. São os poderes paralelos ao de Jesus Cristo.

Transformam a graça de Jesus Cristo em um fardo de enganos.

Estamos vivendo tempos difíceis. Muitas verdades pessoais. Fala-se tanto dos vizinhos que são cegos, mas dentro de casa comete-se as mesmas coisas ou piores mas de modo diferente. Muitas "falsas graças" usando o santo e incorruptível nome de Jesus Cristo. Recebemos uma só fé. Aquela que é pela Palavra de Deus. Revelada pelo Espírito de Deus. A fé é um dom "de Deus". Uns podem dizer: "Quem é esse para dizer, para ensinar, para pregar...". Por isso, antes que surjam tais questionamentos, perguntei isso antes para o Senhor e Ele disse que fizesse os questionadores olharem para João Batista, sem "credencial de homens", sem Certificados assinados por homens, sem indicações humanas conforme conveniências e conivências, mas, segundo a vontade de Deus.

O Espírito Santo discerne as fortalezas, conhecidas respostas prontas, ou aquelas frases de efeito que, espiritualmente, geram efeito sobre os que estão debaixo do domínio espiritual – domínio que prevalece até o dia que o Senhor determinar a quebra dele - consegue convencer os que participam do mesmo espírito, conveniência, conivência ou o entendimento que nunca foi questionado, ou seja, foi ensinado assim e assim ficou. Normalmente é isso, ainda não houve questionamento do alimento que estão recebendo. Peço, se você que lê é um dos que irá levantar fortalezas, antes disso, medite naquilo que você lerá, depois, faça o que quiser. O agravo só será aceito se provar o erro, diante da Palavra de Deus. Sei que não cheguei até aqui, depois de tenebroso deserto e provações, para desistir ou tornar-me conveniente e conivente. O preço pela minha alma foi o próprio Filho de Deus e, é somente pela Verdade Dele que posso ser também, filho de Deus.

Eu desejo o Céu, a morada do Altíssimo.

Certa ocasião, durante ministração da mensagem aos internos do Presídio Militar "Romão Gomes", veio nos meu lábios uma frase que, naquele momento não compreendi, mas nela havia uma profecia, disse: "Vocês preferirão estar aqui dentro presos, do que passar pelas coisas que terei de viver e passar lá fora".

Na mesma ocasião, o Espírito Santo trouxe ao meu entendimento para falar aos internos que eles ali encarcerados fisicamente poderiam fazer, muito mais, do que muitos que estavam do lado de fora, com aparência de livres e aparentemente, servindo a Deus.

Eu estava sendo preparado pelo Senhor para ver a prisão dos filhos de Deus com aparência de livres. Eu também estava em prisões de doutrinas que o Senhor não ensinou para a Igreja e via que um caminho de libertação estava sendo preparado. Mas haveria uma luta. No testemunho falo um pouco disso. Com o tempo, os fatos, as experiências, sobretudo, diante da Palavra, em parte, veio ao meu entendimento o significado daquilo que fluiu dos meus lábios naquele dia no presídio Romão Gomes. Somente a palavra liberta, ninguém pode trazer novas "inspirações" ou forçar o entendimento, para convencer que seu ensino é o verdadeiro.

Se você ama ao Senhor, certamente zela pela sua Palavra. Se o Espírito de Deus habita em você, o engano deve ser revelado e rejeitado. Havendo várias interpretações dando a entender que há "vários evangelhos de Jesus Cristo, algo está errado. Jesus Cristo é a Palavra de Deus manifestada.

Quantas vezes você ouviu ou leu algo e, depois, conferiu na Bíblia ou orou ao Senhor sobre o assunto? Ilustrando: Você possui uma casa e, em determinado dia, entra em uma casa vizinha, muito parecida com a sua, é que estava um pouco escuro, já noite, já no interior viu que não era a sua casa porque, dentro dela, você conhece muito bem. Qual sua atitude? Quanto mais ler e meditar na Palavra, investigando dentro da Bíblia, você não mais aceitará ficar na casa errada. Pode ser parecida, mas não é a sua casa. Ali tem um outro dono. Vamos entender como a frase "forçar o entendimento" está em muitas doutrinas. Então, você ficará diante da palavra da Bíblia e da doutrina que ensinam você ou que creu até hoje. A escolha é sua.

Interpretando as Sombras das Coisas e Bens Futuros

Interpretando as Sombras das Coisas Futuras.

BÍBLIA SAGRADA - PALAVRA DE DEUS: Tudo, simplesmente tudo, já está escrito.
Mas, há duas interpretações: A VERDADE, pelo Espírito Santo e, "a outra".

O ontem falou do hoje, e o hoje fala do ontem. Não sucumbirei com divagações teológicas ou científicas com rigor estrutural limitado. A Palavra flui simples e objetiva. Isso, ela flui, pelo poder da glória e da revelação do Deus vivo. Vou falar de um segredo embutido na Palavra de Deus:

O "espírito da lei" também interpreta, profetiza e opera poder, só que, você começa um milímetro fora da linha e vai caminhando e, sem perceber, quanto mais andar na interpretação e domínio desse espírito, já estará muito além, fora da linha e do caminho, e nele e por ele você vive ... fora da graça, isso mesmo, destituído da única e verdadeira graça, que está somente em Jesus Cristo. Pode até usar o nome de Jesus, mas a graça já foi perdida.

O Espírito Santo, que é o Espírito da Graça, interpreta as Sombras das Coisas Futuras que estão na lei do Velho Testamento e em mais tudo o que está ali registrado, e no Novo Testamento.

A perfeição da Palavra é a sua Unidade. Não permite divergência de interpretação. Senão, Deus seria imperfeito e falho, precisando do homem para "ajudá-lo".

O "espírito da lei" não interpreta além da letra, "ele" não tem a revelação e, conseqüentemente, anula a Graça de Jesus Cristo e os segredos da Palavra.

Está escrito:
Romanos 10:5 - "Ora, Moisés descreve a justiça que é pela lei, dizendo: O homem que fizer estas coisas viverá por elas.
Gálatas 3:11 - "E é evidente que, pela lei, ninguém será justificado diante de Deus, porque o justo viverá da fé."
Gálatas 3:12 - "Ora, a lei não é da fé, mas o homem que fizer estas coisas por elas viverá."

Está implícito que, na lei, há um domínio espiritual.
Pela lei o Espírito da Graça não manifesta e, se algo ocorre parecendo ser poder de Deus, temos muito que meditar nesse assunto.

O espírito da lei não aceita a Plenitude da Graça que está em Jesus Cristo e, sempre coloca condicionantes da lei e outros jugos para que você possa alcançar alguma coisa do Senhor.

Por isso, vou antecipar, Jesus disse no Evangelho Segundo Mateus, capítulo 7:
21. Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! entrará no Reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus.
22. Muitos me dirão naquele Dia: Senhor, Senhor, não profetizamos nós em teu nome? E, em teu nome, não expulsamos demônios? E, em teu nome, não fizemos muitas maravilhas?
23. E, então, lhes direi abertamente: Nunca vos conheci; apartai-vos de mim, vós que praticais a iniqüidade.

Horrível essa frase! "Nunca vos conheci."

Mas, aparentemente, fizeram a vontade do Pai. A injustiça é negar o Filho de Deus e, quando colocam a lei e outros enganos doutrinários sem amparo bíblico ou até usando a Bíblia com interpretações malabarísticas, "interpretadas pelo espírito da lei", contra a Graça que é Jesus Cristo, comete-se iniqüidade. As obras são parecidas mas o espírito e a justiça não são conforme a plenitude da graça que estão somente em Jesus Cristo.

Hebreus 10:29 "De quanto maior castigo cuidais vós será julgado merecedor aquele que pisar o Filho de Deus, e tiver por profano o sangue do testamento, com que foi santificado, e fizer agravo ao Espírito da graça?"

O versículo diz: "com que foi santificado." Está falando com quem, um dia, foi crente.

Mas tudo tem aparência de Evangelho de Jesus Cristo, até grandes (força de expressão) ministérios. Os versículos referenciados estão falando no tocante aos de dentro e não aos que estão de fora do entendimento da Bíblia. Nunca vos conheci, ou seja, o espírito é outro, não há compatibilidade, as obras feitas não foram reconhecidas como legítimas, fizeram tudo parecido mas o espírito é outro.

Não havia a graça de Deus nelas. Atente que o Senhor diz NUNCA (em tempo algum; jamais), ou seja, desde o começo falando/usando o nome Dele e Ele NUNCA conheceu ou reconheceu sendo Dele.

Vou apresentar um exemplo ilustrando para entender como estamos nos tempos atuais: Pense em uma massa sendo preparada. Alguns ingredientes. Nessa massa, há um momento da sua preparação que não é mais possível identificar os ingredientes. Se algo estranho está dentro dela, não será mais possível identificá-lo visualmente, de tão aparentemente homogênea e compacta que está, mas o algo estranho está ali, está nela, vinculado nela, já está muito misturado nela, está fazendo parte dela e, o pior, não há mais discernimento espiritual. Na simplicidade pode-se dizer: "É o joio e o trigo...."

Muito simples. A diferença, agora, é que o domínio espiritual dessa massa está sobre todos. Não é joio identificável e, sim, espiritualmente parecidos, parecem todos iguais, o domínio está sobre todos os que ali participam e concordam. Chega-se ao momento de não haver discernimento espiritual, só visual, tudo é Amém, Amém!

Se há outro evangelho, a Bíblia diz, seja anátema.

Os assuntos que serão apresentados tratarão dessas coisas. E, para isso, começar pelo começo: Gênesis.

O Espírito de Deus derruba horas de fervorosos discursos, muitas vezes, com apenas uma frase, uma palavra. São as chaves, preciosas chaves que derrubam longos discursos, preciosas faíscas que provocam o incêndio de uma torre de livros, palhas, que mais enredam o entendimento e não esclarecem, enrolam o leigo, "mais uma opção doutrinária", cujo autor, muitas das vezes está vinculado com algum tipo de negócio em publicações de livros, enfim, basta olhar as prateleiras das livrarias evangélicas. Quanta mistura. Que massa!!! Concorrência com a Bíblia!

O Apóstolo Paulo sofria na carne as últimas aflições de Cristo pelo seu Corpo que é a Igreja do Senhor, pois era zeloso da verdade. Não se fazia conveniente e muito menos conivente. A conveniência traz conivência. Os homens que são de Deus temiam e temem a Deus.

Dizer amém para o erro, para o engano, para as negociatas, para as fraudes, para as astúcias humanas, para as espertezas, para os influentes, ouvir e não conferir, é dizer assim seja, é concordar, é aceitar como foi ensinado, pregado, administrado, e viverá pelo amém, pelo assentimento que proferiu.

Vencer na vida não significa vencer a morte. Acessar relação dos estudos bíblicos ...

· Estudos Bíblicos Evangélicos - Apresentação
· Estudos Bíblicos Evangélicos - Índice
· Livros Online - Estudos Bíblicos Evangélicos
· Mensagens Bíblicas Evangélicas - Relevantes
· Mensagens Bíblicas Evangélicas - Áudio
· Falsas Doutrinas Evangélicas
· Perguntas e Respostas Bíblicas Evangélicas
· Cânticos Livres
· Cânticos Livres - Download MP3
· Deus Pai tem uma Lágrima
· História "BLUES TO THE LORD - CHURCH"
· Jornada pela Liberdade - Igreja nos Lares
· Eu Não Sou Mais Presbítero
· Formulário - Contato.
· Receber Informativos
· Formulário - Indicar Site
· Cancelar Recebimento de Informativo
· Política de Privacidade
BLUES TO THE LORD - CHURCH - Brasil - São Paulo - Site Evangélico - 2004 ...
www.blues.lord.nom.br